A coragem esquerdista perante a ameaça islâmica

2
2
Europa 2076: militante ateu prepara-se para um debate com um muçulmano

Fonte: blog Perigo Islâmico

Sem surpresa alguma, os militantes ateus ingleses estão a descobrir que comentários engraçados e poses de superioridade intelectual não funcionam com todas as religiões.

Um grupo estudantil maometano está a exigir que uma imagem “ofensiva” do Senhor Jesus e de Maomé a partilhar uma bebida num bar, retirada dum sketch satírico online, seja removida do do site das redes sociais.

O presidente da associação Ateísta, Secularista e Humanista da “University College London” (UCL), Robbie Yellon, pediu demissão do cargo como resultado da controvérsia resultante.

O secretário da “National Federation of Atheist, Humanist and Secular Student Societies”, Michael Paynter, disse:

O Robbie pediu demissão do cargo visto que ele alistou-se como presidente para organizar eventos e dirigir uma sociedade estudantil.

Ele não gostou muito do stress sob o qual estaria submetido durante a resolução desta controvérsia, e como tal, ele decidiu dar espaço a outro.

Certamente que ele não gostou de saber o que lhe esperava. Parece que ser um antagonista malcriado não é tão divertido quando as pessoas que estás a atacar estão motivadas para responder.

Quanto tempo demorará até que os militantes ateus europeus mais inteligentes comecem a olhar para o futuro distante, e comecem a lutar por uma re-implantação do Cristianismo?

A esta altura, até o mais militante dos ateus se deve ter apercebido que a sociedade pós-Cristã que eles tinham em vista, brilhante, sexy, tolerante, secular e científica, não só nunca se vai materializar, como na sua ânsia de acabar com o Cristianismo, tudo o que eles fizeram foi preparar o caminho para uma ideologia mais anti-ateísta que o Cristianismo.

Portanto, em termos prácticos, os esquerdistas e todos os grupos anti-Cristãos da Europa que deram o seu apoio ao marxismo cultural na esperança dum “mundo melhor”, tudo o que fizeram foi dar início à sua morte lenta.

Os Cristãos nem sempre foram bem sucedidos em amar os seus inimigos, mas, tomando como exemplo os padrões históricos, eles foram espantosamente tolerantes. Agora, os militantes ateus do ocidente vão descobrir o que é a verdadeira intolerância.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Não dou 50 para vermos uma quase total islamização da Europa, que será, num primeiro momento, uma Turquia mais branda. Apesar de toda a herança histórica e cultural judaico-cristã/greco-romana, simplesmente a maioria da população professará a religião muçulmana.

    Isso não é uma teoria conspiratória apocalíptica, é uma simples projeção dos dados demográficos hoje disponíveis. Para cada casal de cristãos, ateístas ou agnósticos, qual a média de filhos? E em relação aos casais de muçulmanos?

    A “jihad” será vencida na Europa pela via demográfica… quem viver, verá.

Deixe uma resposta