O sucesso do empreendedorismo de esquerda OU Como as centrais sindicais são um negócio extremamente rentável… para poucos

0
2

Como eu sempre falei, esquerdismo é um negócio que sempre gera ganhos aos beneficiários por causa da fé dos funcionais. Os funcionais são quase a totalidade dos militantes de esquerda. (ver “Beneficiários e Funcionais”)

Por exemplo, imagine aquela multidão do Occupy Wall Street. Quantos estão efetivamente ficando mais poderosos e/ou ganhando diretamente dinheiro com aquilo? Esses são os beneficiários. Esses perfazem 1% dos esquerdistas. Os outros 99% não participam da bolada.

O sucesso de empreendimentos como as centrais sindicais e o Occupy Wall Street depende da contínua fé daqueles que os seguem. A fé dos funcionais.

Voltando às centrais sindicais, a parceria com o governo petralha é outro ponto que os sustenta, e para a manutenção deste apoio o governo não irá hesitar em pagar muito por esse apoio (e dinheiro o PT tem de sobra para torrar, se tiver dúvidas cheque o site do Impostômetro). É o tal negócio: uma mão lava a outra. No jogo político da esquerda, as centrais sindicais são todas beneficiárias. Aquele que paga mensalidades e crê na validade deste pagamento é o funcional.

Enfim, de acordo com a imagem acima, da Veja (clique na imagem para visualizar em tamanho maior), os ganhos desse negócio hoje são da ordem de 12 milhões de reais, e o faturamento pode chegar até a 100 milhões de reais. (É a expectativa do governo petista)

Dá para colocar os esquerdistas hoje em um grau diferente daqueles fiéis do Edir Macedo que vivem para enriquecê-lo?

Na verdade, dá sim, mas em um nível pior, pois Edir Macedo enriquece com o dinheiro DOADO pelos seus fiéis, já os amigos do Partidão enriquecem por causa da fé dos esquerdistas, mas o dinheiro é RETIRADO À FORÇA de todos os brasileiros, sejam eles esquerdistas ou não.

Anúncios

Deixe uma resposta