Site neo ateu elege os “ateus famosos”: o resultado é uma compilação de figuras trash da esquerda

0
1

O site neo ateu Paulopes começou a criar uma série de posts com o subtítulo “ateu famoso”. A idéia é aquele mesmo trololó de sempre: citar pessoas que tenham sido atéias, e famosas, e usar isso como propaganda. (Como se os religiosos também não pudessem citar milhões de religiosos famosos também…)

O curioso é que as escolhas para início da propaganda foram risíveis: Herbert de Souza (Betinho) e Ferreira Gullar (foto).

No post sobre Betinho, a justificativa para o ateísmo foi de causar vergonha alheia. Segue: “[…] houve um momento em minha vida em que a estrutura religiosa foi minada por um psiquiatra louco. Eu estava fazendo um tratamento e ele virou para mim, interpretando um sonho, e disse: ‘Você tem uma fixação com Cristo’. Eu falei: ‘Claro, eu sou da Ação Católica, toda pessoa da Ação Católica está fixada em Cristo’. E ele falou assim: ‘É, mas o Cristo é uma figura ambígua, ele é homem, mas se veste de mulher. Ele é homem, mas tem cabelos compridos’. E eu falei: ‘Ih, danou tudo’”.

Patético, no mínimo.

Ferreira Gullar disse que “o homem inventou Deus para que Deus o criasse”, em uma repetição da ladainha de Feuerbach, já demolida aqui.

Gullar segue dizendo que esse foi o jeito que o homem encontrou para se distinguir dos outros animais: “Porque, como disse Valdick Soriano, ‘eu não sou cachorro, não’. Ninguém quer ser cachorro e todos querem ser filho de Deus.”

Como se nota, os tais “ateus famosos” só servem como comédia involuntária.

Não, minto. Servem para algo a mais, pois AMBOS os ateus citados pelo Paulopes são de esquerda, e ambos são marxistas. Portanto, eles servem para reforçar minha tese de que o ser humano tende à religião, se não uma religião tradicional, uma religião política. (Chesterton já afirmou algo parecido, diga-se)

Se bem explorada, a tal “campanha dos ateus famosos” irá identificar muitos esquerdistas, e agir como um tiro no pé neo ateísta.

Anúncios

Deixe uma resposta