Como o caso do Femen em aliança com os neo ateus comprova que o neo ateísmo é igual ao anti-semitismo nazista (ou até pior)

13
3

@

Segundo o Paulopes, as ativistas do Femen utilizaram uma motoserra para derrubar um crucifixo, em um protesto contra a prisão das punk rockers do Pussy Riot.

Em resumo, um segundo ato de vandalismo em apoio ao ato de vandalismo do Pussy Riot, na transmissão de uma mensagem perigosíssima e devastadora: contra os cristãos qualquer ato vil que for feito está a priori correto, pois (na ótica esquerdista) estes são cidadãos de segunda classe.

Isso, obviamente, é uma cópia do que vimos nos primórdios do nazismo, onde todo o discurso era feito para relegar os judeus a cidadãos de segunda classe, e isso só foi possível pelo fato de que foi possível, através da propaganda, qualificá-los como bodes expiatórios de todos os males.

Com truques retóricos afirmando “intolerância contra os gays” (nem de longe praticada pela Igreja atual) e “opressão das mulheres” (novamente, uma acusação injusta) os neo ateus, aliados aos demais humanistas e esquerdistas, conseguiram criar tal campanha de ódio que hoje em dia supera o ódio que foi inserido na sociedade alemã, antes da Segunda Guerra Mundial, contra os judeus.

Uma evidência de que os cristãos já estão destinados a serem tratados como cidadãos de segunda classe, é que, na ótica militante anti-cristã, eles não possuem direitos básicos como o direito a propriedade ou o direito de não terem suas cerimônias invadidas por puro vandalismo. Esse direito cabe ao cidadão “normal”, que na visão deles é todo aquele que não pertence à religião majoritária.

Alguns poderão protestar, dizendo que eu exagerei. É por isso que este é um blog de ceticismo político, que tem especial apreço por apresentar evidências de suas alegações.

Abaixo, portanto, o discurso de vários neo ateus da ATEA, em relação ao protesto. Observem a forma empolgada com que tratam um crime contra o patrimônio de cristãos:

Poucas evidências? Capaz. Por isso, segue também a manifestação dos comentaristas do blog Paulopes:

Preciso de mais evidências? Claro que não.

As declarações acima mostram o APOIO INCONDICIONAL a atos criminosos DESDE QUE estes atos sejam cometidos contra cristãos.

A mensagem é clara e cristalina, e, enfim, já temos motivos para qualificar o neo ateísmo como uma postura criminosa de ódio, tão perigosa quanto o anti-semitismo nazista.

Resta aos religiosos entenderem que eles são muito mais perigosos do que parecem.

Enquanto alguns achavam que os neo ateus eram “tolos praticando escárnio”, na verdade são pessoas que estão aguardando ansiosamente pelo primeiro momento onde ocorrer uma crise econômica em larga escala para realizarem um “expurgo”. O discurso de retirada de direitos e qualificação de religiosos como cidadãos de segunda classe não só está pronto como está plenamente assimilado por toda a patuléia que frequenta a Internet, em uma guerra de posição conforme previa Gramsci.

A conscientização agora não deve mais ser focada somente em refutá-los, mas em demonstrar aos demais conservadores (cristãos ou não, religiosos ou não) de que o ato formal de apoio à violências contra cristãos está não só nos planos, mas em curso.

A partir de agora, a tendência é que usem a técnica do “teste de limite”, ou seja, se hoje apóiam o vandalismo em Igrejas, futuramente apoiarão o estupro de freiras, por exemplo. Quando lançarem mensagens de apoio na Internet (como fizeram agora), e notarem que não haverá resposta ao ato de apoio ao estupro de freiras, daí aguardarão uma chacina de cristãos (igual o que já ocorre em países islâmicos) no Ocidente. Em seguida, lançarão mensagens de apoio às matanças, e, se notarem que não haverá resposta, daí pedirão que o genocídio seja implementado de vez. Isso, em resumo, é o “teste de limite”.

A pergunta é: quais são os limites dos cristãos? O quanto de vileza vocês tolerarão sem responder? O que é preciso que eles façam para que vocês reajam? E, se houver reação, ela será um chororô ou o lançamento de processos contra todos os apoiadores do crime do lado neo ateísta, incluindo comentaristas do Paulopes e da ATEA, assim como os líderes destas entidades?

Enfim, mais do que nunca o destino dos cristãos está nas mãos dos cristãos. Ignorem o “teste de limite” que os neo ateus estão fazendo, endossando uma campanha de ódio (cada vez mais forte), e aguardem pelas consequências.

Mas não digam que eu não avisei.

P.S.: Antes que venha o chororô dos neo ateus, a garota do vídeo é até gostosinha e eu até fiquei com pena dela quando pegaram ela e suas amigas e lhes bateram e lhes tiraram a roupa. Isso mostra que, mesmo em tempos de guerra cultural, existem limites do lado de cá. A crítica aqui é quanto ao fato da ausência de limites do lado de lá (esquerda). E o foco desta crítica não apenas é a gostosinha que serve apenas como idiota útil, mas sim os militantes que apóiam e glorificam os atos de vandalismo contra os adversários políticos.

Anúncios

13 COMMENTS

    • Bem lembrado, se chegam ao ponto de derrubar um monumento em memória à vítima assassinadas, sabemos onde e como está a consciência deles…

  1. Não há diferença entre socialismo, forma mais branda de chegar comunismo verdadeiro, uma via mais branda, pelo engodo, depois ficará tudo igual ao comunismo propriamente dito, o que chega ao poder com muito violência e por golpe, mas mudou de tática: doravante será por subversão e alienação das pessoas, destruindo os valores cristãos, ético-morais, especialmente da Igreja católica;
    De fato, socialismo, comunismo, nazismo são irmãos gêmeos, filhos do mesmo pai e mãe; diferem em detalhes, mas os objetivos são os mesmos: mater toda a sociedade tutelada sob o Estado, deus todo poderoso, autor divino de vida de morte, conforme seu desejo, cujos governantes dizem fazer tudo “em nome do povo, da democracia”, como ouvimos tanto hoje por aqui…
    Podem ser prenúncio de soturno futuro se continuarmos votando em socialistas e comunistas, como PT, PSOL, PSTU…

  2. Eu estou pessimista, essa corja tomou conta da política e da mídia do ocidente.
    Acho que o nosso futuro é o expurgo, como você mesmo disse.

    Mas covardia é deixar de lutar, mesmo perdendo a guerra, pois com essa gente não há acordo de paz ou concessão.

    Nós conservadores deixamos acontecer e agora nossos inimigos se proliferam como ratos.

    p.s- concordo que a moça do vídeo é bem gostosa.

  3. Boa resposta cavaleiro cristão, pois me perguntei mesmo quem financia pois vi que até óculos de proteção a louca tinha. Mas uma característica principal dessas pessoas,( ao contrário de seus confrades falam sobre coragem é exatamente o contrário), é a covardia. Atacar o cristianismo, onde a ordem geral é amar e perdoar é simplesmente uma covardia absurda. Coragem mesmo seria atacar grupos radicais islâmicos que matam pessoas inocentes, ah mas ae acho q não rola pq são farinha do mesmo saco, são irmãos de ideologias, de níveis radicais psicopáticos e de imbecilização bovina quase imcompreensível. Atacar símbolos cristãos é muito fácil pq em tese não vão revidar ( revidar no sentido violento, mas irão e devem revidar no sentido legal). Portanto, ao contrário dos comentários de seus confrades intolerantes xiitas, não são corajosas, mas umas belas e patéticas covardes. Vem fazer isso aqui na minha cidade pra ver o que acontece. Irei apresentar ao neo ateu o diabo que ele não crê.( eu não sou religioso, mas não admito mexer com pessoas que não estão fazendo mal algum , pelo contrario, ajudam a sociedade com ajuda á drogados, orfanatos, creches, etc..).Venham, convido vcs ” corajosos” neoateus, feministas, arrombados em geral vir em Londrina destruir simbolos religiosos e atacar sentimento religioso que irão conhecer o verdadeiro inferno.

  4. Parabéns pelo post. Realmente existem idiotas de todos os lados. As brigas entre ateus idiotas e cristãos idiotas poderá gerar um novo Hitler em pouco tempo. Seja do lado dos ateus ou do lado dos cristãos. Percebam que, a cada dia que passa, evangélicos sobem a postos de poder em Brasília, seja no legislativo, seja no executivo.
    Daí encontram este monte de ateus idiotas falando isso contra o credo deles. O que irá acontecer: primeiramente prisões, depois mortes.
    Pessoal, não importa se é ateu ou cristão, tenham tolerância. A falta de tolerância vai nos levar à guerra.
    Detalhe: sou cristão praticante mas de igreja nenhuma.

    • Olá Micox, obrigado pelas palavras. Só um detalhe. O fato de religiosos subirem ao poder é um problema em que sentido? Se ateus se candidatarem, isso seria também um problema?

      • E tem que ser um agnóstico 50/50. Daqueles que é ateu ao meio-dia, teísta as 13 hrs., ateu as 14 hrs. de novo, teístas as 15 hrs., e daí por diante. 🙂

      • Religiosos ou Ateus subirem ao poder não é um problema. O problema é religiosos Intolerantes e ateus Intolerantes subirem ao poder. Ou seja, o problema é a intolerância e não a crença das pessoas.

        Em um cenário em que haja religiosos intolerantes no poder e ateus falando merda fora do poder, logo teríamos leis restringindo e punindo ateísmo (como nos casos dos países islâmicos).

        Do mesmo modo, em um cenário em que haja ateus intolerantes no poder e religiosos falando merda fora do poder, logo teríamos leis restringindo e punindo religiosidade (como no caso dos véus da frança).

  5. Parebéns pela postagem!
    Na maioria, esses neo-ateus e humanistas seculares são gays e lésbicas frustrados porque o cristianismo acertadamente condena o seu vício comportamental como algo que realmente o é, e a própria lei da natureza confirma – por isso, nem precisa ser cristão pra notar claramente – aberrante.
    É isso mesmo e vou mais além. Eles querem retirar também os direitos políticos dos cristãos, sob o disfarce de “laicidade” do Estado. Isso é pontual na agenda deles.
    Dêem moral e poder e eles farão algo pior que o Nazismo e o Fascimo juntos, em termos de atrocidades humanas. Digo isso com categoria porque conheço bem essa gente, pois sou ateu (não militante).

Deixe uma resposta