Por que o MBL acertou ao levantar o tom contra os intervencionistas

renan

Ontem (25/10) o blog de Reinaldo Azevedo publicou uma entrevista com Renan Santos, coordenador do MBL. Como muitos já sabem, Renan e vários outros membros do MBL e de outros movimentos estão acampados em Brasília. O objetivo é pressionar Eduardo Cunha a aceitar o pedido de impeachment. Próximos ao acampamento, estavam alguns intervencionistas (adeptos da intervenção militar), que foram expulsos do local por Renan e outros membros do MBL. Leia esta parte da entrevista, onde Renan fala mais sobre o assunto:

Vocês expulsaram do acampamento os defensores da intervenção militar. Por quê?
A resposta já está na pergunta. Nós defendemos o impeachment de Dilma porque defendemos o cumprimento dos Artigos 85 e 86 da Constituição e o conteúdo da Lei 1.079.  Intervenção militar é coisa de golpistas. Aliás, os golpistas do PT vibram a cada vez que estes outros golpistas se manifestam.

Eles dizem que a Constituição prevê a intervenção militar se necessário.
É uma leitura porca e golpista do Artigo 142 da Constituição, que diz que as Forças Armadas destinam-se à defesa da pátria, à garantia dos poderes constitucionais e da lei e da ordem. Só que esse mesmo artigo afirma que a autoridade suprema das Forças Armadas é o presidente e que elas se organizam com base na hierarquia e na disciplina. Nós não queremos militares governando. Tem mais uma coisa: segundo esse artigo da Constituição, qualquer Poder tem competência para pedir a ajuda dos militares na defesa da Constituição. Logo, o Legislativo e o Judiciário também podem.

Mas é correto dizer que, de qualquer modo, vocês e os intervencionistas estão do mesmo lado?
Não! Isso está absolutamente errado! Não estamos do mesmo lado. Vamos fazer assim: no atual confronto político, há os que estão do lado da democracia e há os que estão do lado do autoritarismo. Os golpistas do PT e esses que pedem intervenção militar estão do lado das soluções extralegais e extraconstitucionais. O PT e as esquerdas querem rasgar a Constituição e a Lei 1.079 para Dilma ficar no poder. E esses caras querem rasgar a Constituição apelando aos tanques. O MBL defende a Constituição e as leis. Nós acreditamos na democracia.

Mas o PT não se diverte com essa divisão entre vocês?
Só poderia haver divisão se estivéssemos do mesmo lado. Os que querem golpe, insisto, não estão do nosso lado. E tem mais: até os militares tratam esses grupos minoritários com desprezo. Ninguém realmente relevante nas Forças Armadas defende intervenção militar.

Eles dizem que seria uma intervenção por tempo limitado…
Igual a de 1964? Deveria ser por tempo limitado e demorou 21 anos. Somos democratas e civilistas. Fim de papo! Ninguém é obrigado a estar ao nosso lado nessa luta. E nós podemos escolher, também, com quem lutamos. Os nossos parceiros são os que defendem a Constituição e as leis. Quem quiser dar golpe militar que vá se entender com os petistas: golpistas com golpistas. Quem quiser democracia, triunfo das instituições e do Estado de Direito que venha para o nosso acampamento.

Eu respeito vários intervencionistas como indivíduos, e sei que muitos deles defendem o que defendem por questão de desespero nas instituições. Isto não altera o fato de que, politicamente, amarraram seu jumento em toco podre. O que importa para nós é que carona que muitos deles pegavam junto aos movimentos mais populares já estava ficando barata demais.

Desde o final de 2014 eu defendo a ideia de que os movimentos de larga escala deveriam se posicionar contra o intervencionismo. Na época, muitos afirmaram: “nós não defendemos a intervenção militar”. Mas isso não significa nada. Deixar de defender alguma coisa não é uma manifestação de oposição. Já dizer “nós somos contra a intervenção” – e, melhor ainda, dizer “nós somos tão opositores da intervenção militar quanto somos do PT” – gera outro resultado psicológico.

Se o tom adotado por Renan pode incomodar alguns, ele é mais que necessário neste momento, onde uma direita democrática precisa falar mais alto que as demais formas de oposição.



Categorias:Outros

Tags:, , , , , , ,

104 respostas

  1. Leitura porca e golpista?

    Curtir

    • Acho que esse cara do MBL, ainda não entendeu a AMEAÇA BOLIVARIANA como um “todo”. Talvez o sujeito ainda acredite que O PT vai “aceitar” perder o poder numa BOA, sem seu revide ARMADO, sem o seu “braço” forte ( não tão forte assim ) que é o MST treinado por ELIAS JAUA, e os guerrilheiros CUBANOS infiltrados ( são muitos ). Talvez o sujeito ainda não entendeu que as AMEAÇAS de paises vizinhos devem ser LEVADAS a SÉRIO , e só pra não entender, o sujeito AINDA NÃO ENTENDEU, que a coisa ultrapassa os limites do ambito doméstico, e se estende por TODA a America Latina. A situação é gravissima, e mesmo uma INTERVENÇÃO MILITAR, precisa ser brutalmente avassaladora , para o BRASIL sair dessa situação. É uma questão de visão GEO POLITICA, o sujeito do MBL não consegue contextualizar o Brasil envolvido com todas essas coisas REAIS e VERDADEIRAS.

      Curtir

    • Eles já não conseguem mais esconder que são filo-tucanos, a “direita da esquerda”.

      Curtir

    • Caro Luciano Ayan, você me responda se estamos numa democracia porque então os políticos corruptos com provas quilométrica contra eles não estão sendo julgados e presos. Porque quem está pagando o pato através da violência por causa de ter sido desarmada é a população que trabalha. Porque quem está sendo punido por se pronunciar contra e dizer o verdadeiro estado das coisas está perdendo o emprego.
      Hoje digo que não tenho mais ilusões de que você poderia um dia ser de direita mesmo que centro direita, pois você defende o impeachment e não a intervenção. Digo mais eu até apoiaria a retomada do curso reto pelos meios democráticos se isso houvesse ocorrido há pelo menos 8 anos, hoje não existe nenhuma chance deles saírem do poder pelas vias democráticas.
      A sua insistência nesta falacia de democracia onde quem leva ferro é o povo me diz duas possibilidades ou você é muito ingenuo ou você é um fingido cretino de esquerda travestido de centro ou centro direita.
      Se não enxerga que estamos numa terrível encruzilhada não existe outra respostas, não corrigindo existe uma terceira burrice.
      Por isso mediante as ameças de prof. mauro da boa bala, boa pá e boa cova, prefiro enfiar a bala na cabeça da esquerda.

      Pois voce meu caro quando a guerra começar poderá ir para outro país mas nós o povo seremos os caçados e mortos.

      Curtir

  2. Pelo que andei verificando, a repercussão dessa entrevista não foi tão positiva assim. A começar pelo formato, com Reinaldo Azevedo se prestando ao papel de levantador de bolas pro rapaz do MBL cortar, situação que rebaixa intelectual e jornalisticamente o blogueiro da Veja. Do conteúdo, palavras como “expulsar” e o tom adotado, de truculência, soaram como intolerantes, como se os intervencionistas não tivessem o direito de ocupar aquele gramado. Por mais tola que seja a pauta deles, me parece claro que esse direito eles têm sim. Finalmente, falando em estratégia, minha postura pessoal em relação aos intervencionistas, mais especialmente aos que sabem respeitar diferenças, sempre foi de um distanciamento saudável, mas não de agressão e rompimento. Avalio que o intervencionismo deve estar no extremo menos palatável da JAnela de Overton, mas, ainda assim, dentro dela. Não se deve pedir por intervenção militar, mas ela não pode estar completamente alijada das alternativas para situações extremas que podem se tornar reais em tempos de PT acuado e fazendo de tudo para não perder poder.

    Curtido por 1 pessoa

    • Bedot,

      Não dá mais para organizar ações deste tipo. A atitude de “temos várias metas ao mesmo tempo” não costuma gerar resultados. CADA GRUPO tem seu sistema de objetivos/crenças/valores. Não dá para misturá-los. A ideia de misturar intervencionistas e civilistas é como querer fazer uma missa com ateus e teístas.

      Eu, como analista político, posso conviver com todos os grupos, é claro. Mas o MBL é um grupo TÁTICO, que TEM QUE marcar sua posição.

      Abs,

      LH

      Curtir

      • Mas Luciano, vamos supor que porventura houvesse um número equivalente de intervencionistas e integrantes do MBL no ato da tal expulsão. Estou me prendendo a um detalhe estrutural da situação. Se o grupo de intervencionistas resolve peitar o MBL com o seguinte argumento: seu direito de estar aqui não é maior do que o meu. Mesmo que não estejamos juntos, eu posso instalar minhas barracas aqui, a 10 metros das de vocês. O que o MBL poderia fazer? Sair na porrada prá ver quem fica com o espaço? Porque uma coisa é proibir intervencionistas de subir num caminhão que foi alugado com recursos próprios. Outra é se assenhorar de maneira permanente de um espaço público. Percebeu o ponto? Notei muita gente na rede que caiu por esse lado e julgou arrogante a postura do MBL. Se há necessidade de marcar posição, e não discordo disso, a forma, em uma entrevista claramente combinada com o Reinaldo Azevedo, e o conteúdo não me pareceram os mais adequados. Fico com a impressão de que há gente soprando bobagem nos ouvidos desses rapazes.

        Curtir

      • Ser tático não significa ser intransigente. Que fiquem sim separados mas que haja cordialidade no trato e não truculência explícita num ato de expulsão. Errou o MBL sim!
        Obs: sou pelas vias democráticas também, mas reconheço que a direita é obtusa quando se trata de diplomacia política, visão moderadora e conciliadora. Falta um líder que entenda bem isso para que o movimento prospere e não se fragmente.

        Curtir

      • Logo no inicio, quando começou a estourar a bomba do petrolão com escândalos atrás de escândalos, em um ato de desespero, angustia, indignação e raiva eu apoiei intervenção militar como única saída para o Brasil pois jamais imaginava que, nos meus pensamentos mais pessimistas, o PT tinha chego tão longe – para fazer inveja até mesmo a Hitler, Stalin e Mussolini – mas logo a racionalidade foi sobrepondo o sentimento e vi que as coisas não são tão simples assim. Mas eu estive neste meio intervencionista, são pessoas inegavelmente boas e que não aguentam mais estes comunistas – estão equivocados? estão, ok! – mas a forma truculenta com que tratam os intervencionistas, não os vejo agirem da mesma forma com petistas, MST, CUT e outros movimentos esquerdistas financiados pelo PT, lá em Brasilia apenas abaixaram a cabeça e apanharam quietinhos sem dar um piu, é completamente anti-democrática, ainda mais se tratando de “liberais”, defendem até mesmo que partidos Nazistas e Comunistas tenham direito de se expressar, não entendo esta incoerência ao agredir e desmoralizar intervencionistas. Com comunistas declarados tem conversa, conversa sobre o “futuro do Brasil” com “FHC”, “puxação de saco” do fundador do “PT”, etc..
        TA SERTO.

        Curtir

    • Debot,
      Não sei no que rebaixa intelectualmente o Reinaldo. Deveriam esperar que ele perguntasse e respondesse? Algumas vezes é preciso fugir da rotina. Nos comentários, percebi muitos elogios, mas também alguns casos com um certo despeito similar ao que vejo muito nas páginas do MBL e VPR, o velho pessimismo destrutivo com relação a política, aquele que diz que tudo sempre será igual ou pior. Sei que são os comentários, mas, eles podem refletir um pouco do que se vê na web, muda a forma de apresentação dos textos e palavras.

      Curtir

      • Zilandro,
        você pode ter outra visão, mas eu não gosto de entrevista com bolas levantadas. Jornalisticamente, avalio como essencial ao menos aparentar imparcialidade. Reinaldo tem trabalhado em dobradinha com a turma do MBL, num tom meio bilu-bilu de cooperação mútua. Parece um paizão querendo proteger seus piás. Pelo tom é difícil acreditar que não conversem previamente para combinar pautas e conteúdos. Para alguém que sempre alardeou independência, esse comportamento soa vulgar. Não condiz com a capacidade intelectual do Reinaldo. Ele poderia trabalhar com as palvras para tentar disfarçar esta dobradinha. Mas esse ponto era secundário na minha discussão. O que mais discuti é o direito que intervencionistas teriam de ocupar aquele gramado. Eles têm. A forma como o MBL e o Reinaldo rechaçaram este direito transbordou truculência e arrogância. Pegou mal e as pessoas perceberam.

        Curtir

      • Entendo, não costumo ler ele com frequência, por tal, suponha que você vá entrevistar alguém que passou a admirar ou tem uma linha de pensamento parecido, a coisa pode soar como dobradinha. Justamente a capacidade intelectual, possa tê-lo feito concluir que melhor uma ‘dobradinha a brasileira’ do que uma ‘dobradinha a Venezuela’, se é que terá dobradinha se jornalistas não perceberem que é hora de deixar de lado a coisa do ‘bom senso’ e dar uma força extra à democracia… “Tempos extremos, medidas extremas”.

        Curtir

    • Concordo inteiramente. Tom errado do MBL com quem está sim do mesmo lado que nós contra o Pt, que apenas difere na forma de como tira-lo do poder,

      Curtir

    • Essa é a sua avaliação, eu já vi bem diferente, dizer que o Reinaldo levantou bolas é ignorar o significado de perguntas e Respostas, o Reinaldo fez perguntas capciosas para oo Renan, como um psolista, por exemplo, faria, até sugerir que o PT é de direita ele sugeriu, então esse teu papo aí não cola.

      Curtir

      • Não quero que cole nada, meu caro, ainda mais com quem não tem capacidade de avaliar as situações de maneira crítica e não enxerga além do óbvio. Qualquer leitor do Reinaldo responderia no automático perguntas “capciosas” como as que ele fez para o Renan. Essa entrevista não foi um trabalho jornalístico. Foi um trabalho militante. Tanto que ignorou fatos ocorridos como a montagem inicial do acampamento do MBL junto aos intervencionistas que lá já estavam, além de ter superestimado situações como a “expulsão” desses mesmos intervencionistas. Se você gosta desse tipo de expediente, problema seu. Eu prefiro uma linguagem mais independente, mesmo para quem apoia a causa. E asseguro que isso é possível.

        Curtir

      • Putz, e o que seria definido como independente pra você? Falar a SUA linguagem?

        Reinaldo pode até ter levantado bolas para o Renan, mas o fez usando questionamentos A ELE e AO MBL, não aos seus oponentes.

        Sobre os intervencionistas, resta comprovar que eles estavam lá primeiro.

        Curtir

  3. MENTIRA DESLAVADA, veja a verdadeira história na página do Acampamento Patriota (www.facebook.com/Acampamento.Patriota), a verdade é que eles foram bem recebidos lá mas SUBORNARAM um membro para tirar as faixas intervencionistas para SE APROPRIAR das imagens do local para MENTIR que era um acampamento do MBL, além de CORROMPEREM acampados de lá para levar pro deles, além de botar mendigos e maconheiros para tentar encher as barracas deles! Confiram lá e ajudem a desmascarar mais essa MENTIRA de Renan Santos e o MBL! Vamos denunciar isso nacionalmente, chega de safadezas!

    Curtir

    • Que feio, você vem aqui dizer que os patriotas do seu grupo foram corrompidos e subornados? Muito patriotas em…
      Não lhe passou pela cabeça que fica feio fazer acusações falsas, sem ao menos apresentar provas, apenas factoides e suposições, agindo como petistas e, quer que as pessoas apoiem. Depois não entende o motivo pelo qual o MBL tem tido mais sucesso.

      Curtir

    • Resolvi entrar na referida página. O texto noticiando os fatos, assinado por Felipe Porto, é uma peça bisonha. Parece saída da lavra de um petista. Chama os caras do MBL de “coxinhas”, o acampamento deles de “acampamito” e chega ao cúmulo de externar incontido entusiasmo com as agressões promovidas pela turba do MTST. Confiram por si mesmos:

      Olha, vou te contar. Tenho criticado alguns comportamentos de integrantes do MBL, como algumas mensagens mais acima deixam claro. Porém repudio 100% a linha desse post do “acampamento patriota”. Mesmo que o MBL tenha causado algum mal a esses caras, nada justificaria uma linha de revide com padrão moral petista. Se eu não aceito truculência do MBL, também não aceito de intervencionistas. Acho que deve haver discordância com respeito, pois o que está em jogo é muito maior do que essas rixas infantis.

      Curtir

      • Dando uma olhada nos posts políticos e de notícias da página dos intervencionistas…
        Honestamente, o que isso tem a ver com o liberalismo democrático do MBL e VPR?

        O MBL está certo em não se unir com eles pois não estão do mesmo lado. Eles querem um governo estilo ditadura anos 70. Querer o PT fora deve ter até gente do PSOL E PSTU que queira. Só isso não torna ninguém aliado.

        É uma perda tempo discutir isso. Hora de combinarem não pisar um no pé do outro, se ignorarem e cada um seguir seu caminho.

        Curtir

    • Kkkkkkkkk pqp, olha o nível de loucura dos intervencionistas, pqp.

      Curtir

  4. Vi uma noticia que o MST está cercando Brasília.Nesse caso você não aceitaria uma intervenção militar?

    Curtir

  5. Enquanto isso o Olavo aumenta o tom, em que defende uma saída fora da constituição porquê esta, segundo ele, já foi rasgada pelo governo de turno. Eu já sabia disso, mas nos últimos tempos aumentou tanto o tom que já dá pra falar dessa forma.

    Isso é fazer o mesmo que o PT fez em relação ao modus operandi da política: “Eles fazem, nós também fazemos.”

    Só que:

    – Nós não somos como eles;
    – Táticas “fogo contra fogo” só aumentam o acirramento e prejudicam o debate de idéias e estratégias;
    – Dois errados não fazem um certo, como a história brasileira nos ensina.

    Curtido por 1 pessoa

      • Em boa coisa é que não vai dar.

        A troca de “recados” entre Cunha e Dillma é mais do que evidente. Agem como duas hienas amarradas próximas mas, ao mesmo tempo, a uma distância segura uma da outra, cada uma fazendo força para arrebentar a corda que a amarra e saltar sobre a outra: nossa alegada Presidente ameaça acabar com Cunha e o Deputado, acena para ela o requerimento do Impeachment.

        Enquanto os intervencionistas brigam com os republicanos, o Cunha joga para o mês que vem a decisão “se vai ou não dar seguimento ao impeachment”, o que, além de não explicar porque o “mês que vem” é melhor do que “imediatamente”, revela o verdadeiro caráter do deputado sobre quem repousam nossas frágeis esperanças.

        Por outro lado, se a situação não mudou desde que o Reinaldo escreveu, meia dúzia de gatos pingados do MBL praticamente luta sozinha pelo Brasil Livre em frente ao Congresso ao mesmo tempo que o riquissimo e aparelhadissimo (em armas, idiotas úteis e ideólogos petistas) MST ameaça a rapaziada do MBL e, indiretamente, toda a sociedade, sem que nada aconteça em revide por parte das autoridades.

        O grosso da população, principalmente os residentes em Brasília e adjacências, “não está nem aí”!

        Curtir

  6. Ignoremos por um momento todo estigma, divisão, queimação de filme e péssima publicidade que isso atrai. A própria ideia de pedir intervenção militar já é uma burrice por si só.

    O desejo de um grupo de civis de que os militares derrubem um governo é irrelevante de qualquer ângulo que você analise. O exército é organizado institucionalmente para ficar fora desse tipo de coisa. Eles analisam estrategicamente os riscos, os fatores em jogo, a conjuntura política. Pedir intervenção é meio como fazer uma dança pra chuva. Militar tem 0 ouvidos pra mimimi.

    Se realmente quisessem uma intervenção militar o jeito de fazer isso não seria “pedindo” por favô pros milicos, mas sim causando a iminência de um deadlock social e institucional agudo que só os militares poderiam resolver, em que o preço da não intervenção seria um caos maior do que não fazer nada.

    Os Egípcios não pediram pros militares remover a Irmandade Muçulmana. Eles foram pra rua e causaram confusão tal que diante da ameaça de um banho de sangue e potencialmente guerra civil, os militares intimaram Morsi e depois o removeram quando ficou claro que ele não tinha capacidade de resolver nada.

    Mas nem me parece que isso seja uma falta de entendimento estratégico. É algo bem mais básico, quase uma questão identitária.

    Curtir

  7. Quais as instruções mais confiáveis que nos ajudaram a derrubar a Dilma?

    Eu voto no STF. Já demonstrou que está do nosso lado.

    E vocês?

    Curtir

    • STF? Esse entende do processo político chamado Impeachment

      Curtir

      • alta dificuldade de compreender ironias.

        to tirando um com a cara do Luciano que acredita que as instituições vão fazer seu trabalho respeitando a democracia.

        é só mandar um shamming que tudo se resolve.

        Curtir

      • Felipe,

        A questão náo é essa. EU NÃO ACREDITO que as ‘instituições vão fazer seu trabalho’. Não o farão se não forem pressionadas a tal. O que estou dizendo é que não podemos justificar, com isso, a intervenção militar por que – entre outros fatores – NÃO É HIPÓTESE VIÁVEL.

        Não adianta para um intervencionista dar uma de arrogante e chamar os outros de “iludidos, com esperança em (x)” se não provarem que sua hipótese é VIÁVEL.

        Ao contrário: ela é obsoleta ATÉ MESMO EM COMPARAÇÃO com as tiranias modernas que julga atacar.

        Abs,

        LH

        Curtir

      • Claro que eu entendi a sua ironia, e a devolvi com outra, mas parece que você não percebeu.

        Curtir

  8. Os intervencionistas vem a público e mostram suas faces para defender suas proposições.

    Por que você, Ayan, não mostra a tua cara aos teus leitores ???
    Por que você, Ayan, prefere discursar escondido no anonimato de seu blog ???

    Ayan, mostre a tua cara e dig a que veio.

    Curtir

  9. De boas intenções a merdocracia está cheia… Eu só pergunto ao
    intolerante com os intervencionistas do vídeo: se todos os recursos e meios do que vocês chamam legais se esboroarem num estado aparelhado e corrompido como o desse desgoverno do pt, a intervenção militar estaria descartada e deixariam a esquerdopatia completar a implantação da ditadura bolivariana? Se está difícil entender a pergunta, eu a refaço resumindo: vocês preferem a ditadura dos esquerdopatas já a se concretizar ou uma provável ditadura dos militares patriotas? Vocês decidem e respondem…

    Curtir

    • Seu argumento baseia-se na HIPÓTESE de que uma intervenção militar é possível. Não há sequer motivos para esta expectativa. Então, seu argumento perde efeito.

      Curtir

    • Na seu discurso quase petista de chamar os outros de “intolerantes”, acredito que você seria tolerante com militantes petistas tentarem se juntar ao “seu grupo” e fazerem as reivindicações deles. E aí, você seria intolerante ou tolerante com os petistas se juntando a vocês?

      Curtir

      • Os objetivos seriam opostos: eles se manterem no poder e nós alijá-los desse poder que resultará inevitavelmente em ditadura, em totalitarismo de esquerda bolivariana… E a diferença fundamental é o apoio maciço de quase a totalidade do povo de nosso lado, enquanto os esquerdopatas se resumem a inexpressiva minoria que se apoderou do poder por fraude eleitoral e mentiras desmascaradas!…

        Curtir

  10. Em vez de consertarem as cagadas que já fizeram, os moleques do MBL continuam produzindo mais um monte por dia, veja mais essa mentira: AGORA RENAN DO MBL DIZ QUE “EXPULSOU” OS INTERVENCIONISTAS! Dá pra acreditar a que ponto de tão porcaria chega esse sujeito? MENTIRA DESLAVADA, veja a verdadeira história na página do Acampamento Patriota (www.facebook.com/Acampamento.Patriota), a verdade é que eles foram bem recebidos lá mas SUBORNARAM um membro para tirar as faixas intervencionistas para SE APROPRIAR das imagens do local para MENTIR que era um acampamento do MBL, CORROMPERAM acampados de lá para levar pro deles, além de botar mendigos e maconheiros para tentar encher as barracas deles! Confiram lá e ajudem a desmascarar mais essa MENTIRA de Renan Santos e o MBL! Vamos denunciar isso nacionalmente, chega de safadezas!

    Curtir

  11. Impeachment é um golpe!!! Para evitar a tão desejada intervenção militar brasileira,que seria Perestróica e a Glosnot nacional,os impeachmentistas visam derrubar Dilma e substituí-la por um outro ladrão.A petição inicial do povo ,pela radical intervenção militar,é a legitima causa de pedir.Por quê? Porque não precisa ser aprovada pelo congresso e nem pelo STF.O que mais as esquerdas temem é que os militares,que são pátrios,revoguem a anistia quem deu valor aos assassinos e ladrões da pátria? Quem garantiu o poder nas mãos dos bandidos foi o Cel das FFAA,comunista infiltrado,Leônidas Pires.Acreditem: o Brasil foi salvo pelos militares em 64,mas foi condenado pelos militares em 85,quando empossaram Sarney.

    Curtir

  12. As FFAA não apoiarão qualquer movimento de Golpe SOB HIPÓTESE ALGUMA!
    O Comando das FFAA já deixou isso muito claro, e as suas atitudes mais ainda:
    – Já se esqueceram da VERGONHA que foi as FFAA desfilarem em Brasilia só para a VACA e sua Comitiva de Comunistas?
    – Já se esqueram que o maridão da Chiavon, segundo em comando das Farc, recebeu a medalha do “Mérito Aeronautico?
    – Já se esqueceram da BABAÇÃO DE OVOS que o Comuna do Aldo Rebelo recebeu dos Comandantes Militares no dia de sua Posse?
    – Esqueram também de que os Comandantes Militares receberam aumentos de Vencimentos e a reserva e o resto da tropa não ?

    Portanto DESISTAM DA INTERVENÇÃO, pois, mesmo que essa viesse a ocorrer, as FFAA NÃO ESTARÃO DO LADO DO POVO!!! Qualquer INTERVENCIONISTA pode participar dos protestos de qualquer grupo pró-impeachment, como o MBL! Basta apenas aderir a causa pró-impeachment! Isso nada tem a ver com ser “reaça” ou “autoritário”! É apenas a aceitação de que, para esta crise NÃO EXISTE VIA RÁPIDA, que é o que sonham os INTERVENCIONISTAS…

    Então, nada mais nos resta do que tentar NÓS MESMOS ARRUMARMOS NOSSA CASA! E, não o faremos em um ano, nem em dois, nem mesmo no Governo seguinte: Vai levar muitos anos mas, é possível fazê-lo e já conseguimos bastante coisa! Cada dia que passa a oposição aos PeTralhas, ao Mula e a Vaca CRESCE ao invés de minguar.
    O País está paralisado, a Vaca não mais Governa de fato, e o PT está sem poder implementar seu plano Ditatorial. São avanços significativos para um País onde até dois anos atrás essa Corja desfilava livremente sob aplausos nas ruas! Agora, sequer podem mais mostrar o seu focinho em público. O Vadio do Mula, só discursa para os seus Zumbis do MST e, únicamente em recinto fechado!

    Volto a insistir: Não existe “via fácil” para nós, brasileiros, removermos o PT do Poder e, mesmo DEPOIS disso, levará DÉCADAS para desaparelhar o Estado! Quando, finalmente, os intervencionistas perceberem isso, então, talvez, comecem a ser práticos e lutarem, não por uma vitória esmagadora, mas por meros centímetros, que é o que PODEMOS FAZER. Por isso acho que o MBL agiu corretamente, neste momento.

    Curtir

    • Exatamente, não existe “via fácil”. Conheço uma família de intervencionistas e eles acreditam que as Forças Armadas poderão “limpar” o país, ajeitar o país em “no máximo 2 anos”. AHAM! E depois? “Depois convocarão novas eleições”. AHAAAAAAAAM!

      Isso é quase um mal petista, é o mal de achar que existe uma coisa linda que pode salvar o país. É o papel de quem tá esperando um salvador. É a burrice de quem não votou no Aécio porque queria votar num candidato perfeito, sem defeitos, um anjo.

      É como alguém aqui disse na época, a diferença entre quem votava no PT e no PSDB era: quem votava no PSDB sabia que tava colocando o país na mão de canalhas, mas ok, bem menos mal do que o PT, melhor o capeta do que o PT. Já quem votava no PT não: achava o partido lindo, a coisa mais bonita do mundo, heróis, salvadores.

      Quem defende intervenção militar está do lado desse segundo grupo, do PT: acha que as FFAA são a coisa mais lindas mais cheia de graça.

      ACORDEM!

      Curtir

      • É a típica preguiça dos brasileiros. O que o povão na realidade quer é se livrar da Dilma e depois poder se esquecer de política de novo. Não tiro a razão, o ideal é que o cidadão médio não precise se ocupar MUITO de política, não precise ficar fazendo manifestações quase nunca, etc., o que eles não entendem é que pra isso poder ser verdade, o estado SEMPRE terá que ter o mínimo possível de poder sobre a vida das pessoas. Não pode ir um centavo de dinheiro público pra ONG alguma, nem pra propaganda de qualquer natureza, e mesmo assim as pessoas terão de assumir muito mais a responsabilidade que elas hoje não querem. Participar mais em suas comunidades, participar mais ativamente da educação de seus filhos, e daí vai.

        Certamente a única conclusão possível é que NÃO HÁ via fácil. Tudo isso vai ter que ser conquistado com muito trabalho e luta, e ao longo de muito tempo, afinal, deixamos o país se tornar a bosta que se tornou. Agora é nosso dever colocar as coisas no lugar.

        Curtir

    • As FFAA sabem que tem uma dívida com o Brasil! A souborne do EB sab que errou e os linhas duras sabem que deveriam ter dado o contragolpe, mas não deram. Quando você fica rançoso com suas atitudes mal resolvidas, você reúne forças e deixa acontecer até o caos total estar instalado e a guerra já ter começado e territórios ganhos e liberdades suprimidas e beligerâncias a parte, desestruturado todo o arcabouço Social/jurídico brasileiro. Neste ambiente de Caos total, entram as Forças Armadas até então alheias a tudo e saem dando foiçada nos inimigos. A foice vai ser grande e forte e longa e demorada. Vão resolver o que deixaram lá atrás. É o mesmo sentimento que vc tem, quando leva um tapa na cara e não reage.Daí tu chega em casa e vem aquele ranço.Depois, se tiver uma chance, o que fará e como fará e quando fará e até quando fará?!

      Curtir

  13. Da última vez que os militares intervieram a pedido de civis, eles levaram a culpa sozinhos e os civis que pediram o golpe fingem que não participaram do movimento.

    Curtir

  14. Intervencionistas são uma piada.

    Ótimo que o MBL os tenham expulsado. É preciso expulsá-los sempre. Tolerância com quem quer golpe é coisa de frouxo, pau molenga, petista. Esses intervencionistas que queimem no inferno.

    Curtir

    • SÓ A INTERVENÇÃO MILITAR SALVA O BRASIL! O RESTO É GOLPE DE POLITICOS, PAGANDO O MBL E ALIADOS PARA CONTINUAR NOS ROUBANDO

      Curtir

      • O duro é demonstrar que a intervenção militar é factível.

        Curtir

      • Márlon Jacinto Reis, 10 de dezembro de 1969, é juiz de Direito, Titular da 58ª Zona Eleitoral do Maranhão, conhecido pela defesa da lei “Ficha Limpa”, um dos mais influentes segundo a Veja. Foi o primeiro juiz a impor aos candidatos a prefeito e vereador a revelação dos nomes dos financiadores de suas respectivas campanhas, antes da data da eleição. Marlon Reis é um dos fundadores do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

        Fonte: Wikipedia

        Veja o que ele disse sobre corrupção na ditadura militar:

        “O maior antídoto da corrupção é a transparência. Durante a ditadura, tivemos o oposto disso. Os desvios foram muitos, mas acobertados pela força das baionetas.

        Obras faraônicas como Itaipu, Transamazônica e Ferrovia do Aço, por exemplo, foram realizadas sem qualquer possibilidade de controle. Nunca saberemos o montante desviado.

        Durante a ditadura, a corrupção não foi uma política de governo, mas de Estado, uma vez que seu principal escopo foi a defesa de interesses econômicos de grupos particulares.”

        Curtir

  15. Tá tudo muito bom, tá muito bem. Tudo vai depender de como os atores desse grande circo se comportarem.

    Curtir

  16. Até agora o MBL tem documentado cuidadosamente as suas ações com imagens, áudio ou vídeos. Neste caso, nada vi além de texto, o que é muito estranho. A entrevista com o RA não passa de um papo amigável entre padrinho e afilhado. Aliás, já escrevi aqui e repito mais uma vez: desde que o MBL abraçou o pedido de impeachment do PSDB (e dos petistas dissidentes), foi-lhe dada uma visibilidade maior nos veículos tucanos, com destaque para o blog do RA, na VEJA.

    Dados os fatos atuais, com destaque para a implosão do Cunha, o ‘impeachment’ tornou-se improvável. Em consequência, a desilusão de parte da população com a solução ‘política’ tende a reforçar a solução ‘intervencionista’, o que não interessa à elite política, inclusive do PSDB. Neste cenário, ao expulsar a turma pró-intervenção, o MBL agiu, talvez sem intenções, como um braço do PSDB.

    O MBL esqueceu que “a praça é do povo”, que não esqueça que “o céu é do condor”.

    Curtir

  17. De minha parte, torço para que algum revoltado sem muito a perder decida fazer justiça com as próprias mãos e desse modo produza uma convulsão social que obrigue as forças armadas a se posicionar, se vocês me entendem. Depois, que seja o que Deus quiser e o Diabo permitir. Que se estabeleça logo uma escancarada ditadura de esquerda com apoio militar ou que os fatos políticos desencadeiem a derrocada esquerdista.

    Curtir

  18. Vamos mostra pra eles q chega impeachment e golpe. Todos estão no meio dessa bandidagem não adianta trocar seis por meia dúzia, intervenção constitucional sim vamos derrubar todos do poder, estão com medo? Vai acabar a mamada? O povo acordo chega estão a anos e não fazem nada, o povo vai botar ordem nesse presídio q só tem bandido q julga condena tudo a seu favor…

    Curtir

  19. A coisa que mais me aborrece sobre os INTERVENCIONISTAS é o desrespeito com a própria Estratégia Militar: “Conhece o teu inimigo, como a ti mesmo” já dizia Sun Tzu!

    Os Intervencionistas são incapazes de reconhecer que a Esquerda trabalhou décadas a fio para chegar onde chegou e acham que podem desfazer todo esse trabalho em um ou dois anos ? Que algum General tem a “varinha mágica do Harry Potter”??

    É a mesma perspectiva bisonha que encontro em cada estudante, ao achar que bastam 5 minutos para ele conseguir fazer algo tão bem como outro que levou 15 anos para chegar a um nível ótimo de proeficiência!

    Se, por hipótese, houvesse uma “Intervenção”, QUEM os Militares botariam no Comando de CADA REPARTIÇÃO, CADA ÓRGÃO PÚBLICO, CADA GABINETE DO GOVERNO E DAS AUTARQUIAS ??
    Resposta: NINGUÉM! NÃO TEM GENTE SUFICIENTE PRA ISSO! Por isso que eu digo que não existe “via fácil”!

    Aceitar isso e passar a lutar primeiro pelo Impeachment e depois por outras coisas é começar a Crescer Políticamente. Ou, então, permaneçam na infantilidade, sonhando com a varinha do Harry Potter…

    Curtir

    • Exato, bem colocado.
      É engraçado que ao mesmo tempo que eles invocam que “o povo tem poder”, eles não querem exercer esse poder, mas sim entregar pro militares. Querem basicamente trocar o PT por milicos.
      O que não querem de jeito nenhum é exercer o poder que tem e fazer política. Protestar, se envolver, convencer os outros, construir movimentos civis e partidos…

      A esquerda se organiza desde os anos 60. A direita começou outro dia e já tá com preguiça. Aí é complicado.

      Curtir

  20. ai,ai,ai,ai… aí não hein… Discordo. Também defendo o impeachment pela via democrática mas um líder tem que saber ser maleável com seus pares. Sem diversionismos, estamos sim do mesmo lado contra o Pt e apenas discordamos quanto à forma de subjuga-lo, é apenas essa a diferença, se não os aceitemos, também não os escorracemos. Já temos inimigos esquerdistas demais para arranjarmos mais um, os intervencionistas. E…, muito uso da palavra ‘golpismo’… chega dessa balela, quem usa e abusa desse termo são as esquerdas, não há golpismo nenhum na interpretação dos militares serem os guardiões da constituição. TIRO NO PÉ esse ataque.

    Curtir

  21. Entendo a estratégia, mas por outro lado não deixa de me impressionar que um grupo que se diz liberal use como base argumentativa uma constituição de teor altamente socialista como a brasileira. É lamentável e inacreditável. No país da jabuticaba, vemos incoerências ideológicas desse tipo. “Somos a favor de um estado mínimo mas embasamos nosso argumento em um documento que desde sua raiz propõe um estado grande.”
    A intervenção militar é uma estupidez só e tão somente por ser uma alternativa tão ou mais concentradora de poder nas mãos do Estado do que o cenário atual. E é só por isso que deve ser rechaçada. Estar ou não na constituição, ser uma leitura torta ou correta pouco importa visto que a constituição em si é um documento também deletério e contrário as propostas do grupo.

    Curtir

  22. Eu não sou intervencionista mas não reconheço no MBL legitimidade para proibir demais movimentos de ocupar espaços públicos. Arrogantes que começaram mal a carreira política, filhotes da tirania implantada pela esquerda.

    Curtir

  23. KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKA…NUNCA TINHA VISTO TANTO CINISMO!GUARDEM OS 3 NOMES DO mbl,ESTARÃO EM BREVE NAQUELE PUTEIRO BRASILEIRO QUE SE CHAMA CONGRESSO ,LEVANDO SEUS PIXULECOS,FICARÃO RICOS BEM NOVINHOS!AGUARDEM,O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO!QUANTO AO BRASIL QUE AINDA NÃO CAIU DA CAMA E DORME EM BERÇO ESPLENDIDO,TERÁ QUE DAR SEU SANGUE,ASSIM COMO NA HISTÓRIA DO MUNDO.OS DEUSES TEM SEDE,SEDE DE SANGUE E PARECE QUE TÁ NA HORA DE RECEBER DOS NOVOS APRENDIZES DE LOuVA deus!QUANTO AO RESTO SÃO SÓ CONVENIENCIAS ,CINISMO,MUITA ,MUITA HIPOCRISIA E APEDEUTAS POLITIZADOS FINGINDO QUE ENTENDEM ALGUMA MERDA,PRA TER O QUE FALAR! ESTE LUGAR MINHA GENTE É BANANIA,”essa gente morena mostrando o seu valor”,já diz a música!TEM UM NOVO METEORO CHEGANDO PARA OS DIAS DAS BRUXAS…SERÁ QUE AGORA VAI ???RS……..

    Curtir

  24. A praça era do povo, agora é do MBL que, nesta batida, também vai expulsar o condor do céu.

    Saiu uma pesquisa CNT para presidente. O destaque fica para o empate (na espontânea) entre Bolsonaro, Serra e Alckmin. A animosidade do MBL e do RA com os militaristas está explicada.

    Curtir

  25. Luciano, lembra quanto te falei para abordar a invenção da gordofobia? Pois bem, não é mais preciso porque a Fê Minazzi já fez isso:

    Curtir

  26. O líder do PT na Câmara, Sibá Machado, ameaçou integrantes do MBL durante sessão desta terça-feira:

    “Eu vou juntar gente e vou botar vocês para correr daqui da frente do Congresso. Bandos de vagabundos, vocês são vagabundos! Vamos para o pau com vocês agora!”

    Isto mostra a importância do acampamento para a aprovação do impeachment! Vamos ajudar a aumentar a pressão popular sobre o parlamento. Participe, divulgue e ajude com donativos.

    Luciano, transforme esta ameaça de Sibá Machado aos integrantes dos grupos antipetistas em um post, por favor. Precisamos mobilizar as pessoas. Vamos pra frente do Congresso!

    Curtir

  27. Respostas incoerentes, pois NUNCA HOUVE UM GOLPE MILITAR no Brasil. O que houve foi UM CONTRAGOLPE MILITAR DEVIDO AO CLAMOR DE 800.000 PESSOAS QUE NÃO QUERIA UMA DITADURA DO PROLETARIADO.

    A hermenêutica classificada como “porca” pelo referido, é PORCA e totalmente fora da realidade, pois OS TRÊS PODERES ESTÃO APARELHADOS, AS INSTITUIÇÕES NÃO ESTÃO SÓLIDAS e temos vários crimes de LESA PÁTRIA que não podem ser reparados pelas vias do IMPEACHMENT.

    Movimentos como o MBL, desejam claramente LANÇAREM CANDIDATOS e sabem que se acontecer uma INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL CENTENAS DE PARLAMENTARES SERÃO PRESOS E TALVEZ MUITOS DELES MESMOS.

    O verdadeiro GOLPE DE ESTADO vem sido dado pelo PT que NINGUÉM CONSEGUE METER ATRÁS DAS GRADES E NINGUÉM O CONSEGUIRÁ.

    Eu mesmo faria um debate com QUALQUER MEMBRO DO MBL SEM QUAISQUER RECEIO.

    O IMPEACHMENT, é o verdadeiro GOLPE CONTRA A INTERVENÇÃO.

    Curtir

  28. Foi com esse papo de “somos civilistas e constitucionalistas” que a Venezuela chegou onde está.
    Quer dizer, se o Cunha não admite a abertura do Processo de Impeachment a Dilma completa o mandato, o Lula vem depois, graças às urnas eletrônica, o PT termina de comprar o resto do Parlamento e o Brasil vira uma extensão da Venezuela. Tudo lindamente civil e constitucional! Esse Renan é um otário.

    Curtir

    • Carlos,

      Isso não é um argumento para aceitar uma alternativa INVIÁVEL.

      Abs,

      LH

      Curtir

      • Não sei se é uma alternativa inviável. Ninguém é obrigado a viver sob um regime antinatural e opressor como o comunismo. Nesse caso, o direito de Revolução é sagrado. E para isso só os militares teriam condições de combater a ditadura petista – uma vez implantada – ainda que essa ditadura ostentasse formalmente uma capa de democrática. Aliás, Hitler e Maduro chegaram ao Poder usando a democracia, ao menos formalmente.

        Curtir

  29. Se não fosse os Militares terem dado o golpe em 64, esse playboyzinho hoje estaria vivendo numa ditadura comunista. Agora esse comedor de sucrilhos se acha o dono do gramado da Esplanada dos Ministérios. É muita petulância. Merece umas boas palmadas esse coxinha.

    Curtir

    • Os playboyzinhos e coxinhas ao menos estão lutando pelo que acreditam, abandonando projetos pessoais, viajando pra longe a um alto custo pessoal, dormindo em barracas, encarando o MTST…

      Você está em casa atrás de um computador implorando pra homens de farda virem salvar a sua bundinha do comunismo mas pessoalmente não está disposto a fazer porra nenhuma pelo país.

      Curtir

  30. somos animais politicos.
    intervencao militar tb eh politica, tb depende da politica.
    se ocorresse, teria de se formar um novo sistema politico ou reconstituir o modelo antigo.
    quem pensa em intervencao para retirada da politica eh apenas ingenuo.
    um governo militar se faz atraves da politica.
    e mesmo que entreguem o poder, estaremos dentro da politica.
    quem pensa o contrario eh apenas ignorante.
    intervencionistas parecem religiosos, crentes na bondade dos militares, na salvacao.
    no entanto, tudo eh processo, nada chega ao fim.

    Curtir

  31. O que esperar desse pessoal do MBL, com esse jeitinho efeminado, quando o PT completar o domínio total? Aí eles serão os primeiros a pedir penico aos milicos.

    Curtir

  32. Interessante, agora que o Siba chamou essa corja de vagabundos quem defenderá vocês???

    Não há legitimidade CONSTITUCIONAL, QUANDO O GOVERNO DESCUMPRE AS LEIS.
    AS FORÇAS ARMADAS NÃO ESTÃO SUBORDINADAS AS AUTORIDADES QUANDO O POVO NÃO LEGITIMA O GOVERNO.
    QUER UM EXEMPLO MBL??? EGITO:
    O GOVERNO COMANDAVA AS FORÇAS ARMADAS ATÉ ELES SE CONSCIENTIZAREM E SE VOLTAR CONTRA O GOVERNO E A FAVOR DA POPULAÇÃO.

    BRASIL:
    VARIOS CORRUPTOS NA CAMARA E VARIOS NO SENADO;
    JÍZES COMPRADOS;
    EXECUTIVO CHEFIA A BANDIDAGEM TODA;

    ACORDÕES AOS MONTES… VCS ACHAM QUE TERÁ ALGUMA JUSTIÇA??
    SOMENTE SE HOUVER JUÍZES COMO MORO, O QUE É MUITO POUCO.

    E AÍ QUEM PODERÁ NOS DEFENDER???

    Curtir

    • Pelo menos eles não dependeram da ajuda de um exército que se ajoelha para Dilma.

      Curtir

      • Particularmente eu acho uma tremenda babaquice ficarem com faixas e plaquinhas pedindo intervenção militar, forças armadas não são muleta de movimento revolucionário. Que sigam o exemplo do povo ucraniano! Quem chegou ao limite de tolerância, que vá para rua e só saia quando esse governo imundo cair. Se a crise social se agravar, os militares invariavelmente terão que tomar partido.

        Mas Luciano, me explica, por favor, o que queres dizer com essa resposta.

        Você quer o que então meu irmão? Que as forças armadas quebrem com a hierarquia e com a “ordem institucional”? Que fiquem a parte das decisões do governo civil? Que partam para o pau?

        Se ficam observando a crise institucional e não tomam partido, estão de joelhos para Dilma. Se tomarem partido e fizerem alguma coisa, são golpistas!

        PS. O general Mourão foi exonerado de sua função de comando por ter tomado partido da situação e falado coisas que não agradaram o governo federal e até mesmo políticos da oposição, como o Senador Aloysio Nunes. Qual é a sua opinião sobre isso? Ele está de joelhos para Dilma ou seria um golpista?

        Curtir

      • Eu particularmente acho uma tremenda babaquice ficarem com faixas e plaquinhas pedindo intervenção militar, forças armadas não são muleta para movimento revolucionário. Que tomem como exemplo o povo ucraniano. Quem chegou ao limite da tolerância, que vá para rua e só saia quando esse governo imundo cair. Se a crise social se agravar, as forças armadas invariavelmente terão tomar uma posição.

        Mas Luciano, me explica for favor o que quis dizer com essa resposta ao Jonatas.

        Você sugere o que então? Que se quebre com a hierarquia e com a “ordem institucional”? Que os militares fiquem isolados das decisões do governo civil? Que partam para o pau?

        Então, se a forças armadas ficam observando a crise institucional e moral instaurada no país, eles estão de joelhos para Dilma. Se tomarem partido e fizerem algo, serão golpistas.

        PS. O General Antônio Hamilton Martins Mourão foi exonerado de sua função de comando por ter tomado partido da situação, dando declarações que desagradaram não só o governo federal, mas também políticos da oposição, como o Senador Aloysio Nunes. Qual a sua opinião sobre isso? General Mourão está de joelhos para Dilma ou seria um golpista?

        Curtir

      • Na minha opinião o exército faz o correto em ficar fora disso tudo. Nada do que acontece na economia, no congresso, no judiciário e na PF é nem de longe da alçada deles. Nem os piores descalabros.
        A inteligência militar tem que estar muito atenta para a pelegada do PT, porque estamos na iminência de problemas. O projeto bolivariano por toda a América Latina está se desfazendo e alguns setores estão ficando desesperados e isso é um risco gravíssimo pra segurança nacional.

        Falar efusivamente sobre o Aldo Rebelo foi desnecessário, em péssimo momento, de mau gosto e mandou péssimos sinais. Mas eu entendo – eles realmente gostam do Aldo, compartilham do mesmo nacionalismo chauvinista e do mesmo anti-americanismo. Eu não fiquei nem um pouco surpreso com aquilo, sei do posicionamento da maioria dos miliares – só acho ruim.

        Os intervencionistas é que tem que pensar sobre isso/explicar isso. Afinal estão pedindo a intervenção de um exército que obedece entusiasticamente um comunista histórico do PC do B, ex-guerrilheiro no Araguaia, um homem que, enfim, trabalha para a bandeira da foice e martelo.

        Curtir

      • allure,

        Eu tenho lá as minhas dúvidas de que a maioria da corporação estejam alinhados com o discurso dos três bananas que teceram loas ao Aldo Rebelo.

        Curtir

  33. O MBL não acertou, e o babaca do Reinaldo Azevedo chama intervenção militar de golpe fascista. Bando de ignorantes que querem se promover perante os mesmos burocratas que o PT já cooptou. Atitude porca é ficar iludindo as pessoas com esse impeachment que além de não sair, ainda abre brecha para esquerdistas como Hélio Bicudo tentar levar para a esquerda revolucionária algo que começou justamente para derrubar essa mesma esquerda. Tem que pegar essa galera iludida e vaidosa do impeachment e jogar na lata do lixo, pois são tão porcos quantos os baderneiros da CUT.

    Curtir

  34. Eu só quero esperar mais um pouco! Até esse idiota perceber que a esquerda não larga o osso sem uma briga sangrenta com alguém mais forte do que eles e com disposição. Vários são os métodos da esquerda de permanecer no poder. O MBL não entende a dinâmica do poder com o qual esta mexendo. Eles não entendem que Lulla diz que faz o Diabo para se reeleger e eleger Dilma, e o fez. E diz que faz o Diabo, e que vocês são sabem o que o PT é capaz de fazer para ficar no poder O MBL não entendeu que isso é uma declaração aberta de combate militar contra o Brasil. A esquerda não brinca em serviço. A Polícia Federal quebra todos os bandidos corruptos, e as CPI inocenta Lulla no Mensalão e começa a investigar os Policiais que trabalharam na operação. Tiram do Forum da Justiça Federal Paranaense diversos processos e os fatiam, para isolar e enfraquecer, tudo com o beneplácito do STF. A CGU é escritório de advocacia do PT. A petrobrás é o cofre, bem como Itaipu, BNDES, BB, Caixa e o tráfico de drogas. Estamos lidando com bandidos, que formaram um Estado paralelo, um Estado para destruir o Brasil e com invasão de milhares de Cubanos, haitianos, senegaleses, Sírios, Iraquianos, Sauditas que entraram via Uruguai, vindos de Guantánamo. Estão todos os dias através de Senadores, Deputados da base governistas e o próprio Lulla convocando os movimentos ditos sociais e dando o título de Exército deste e daquele para lutar contrra os “Golpistas” do terceiro turno. O PT de Lulla enxerga o MBL e o Brasil como inimigos do Estado Paralelo que criaram. Este garoto não tem formação política e experiência para entender que o que esta em curso é uma total invasão e formação de um Estado dentro do Brasil e seguido de declaração de Guerra. Ele acha que pacíficamente ele vai conseguir parar o ímpeto Petista, ledo engano. Quando perceberem que vão perder, os Petistas e toda a esquerda vai pedir ajuda para seus amigos, Maduro, Evo e ao Equador, Cuba, Guatemala e aos Africanos. Somente a Intervenção militar imediata é capaz de frear os ímpetos petistas. Quanto mais demorar, mais sangue irá ser derramado, mais mortes terá, pois, o Exército não vai ter tempo para prender todos. A briga vai ser em diversas frentes, por todos o Brasil. O Exército estará ocupado com a invasão da Venezuela por Roraíma, Bolívia e Equador. Estará ocupado com as Farc’s na fronteira com a Colômbia. Estará ocupado com os Guerrilheiros urbanos do MSTT, que não são esses que vocês veem nas manchetes; esses são arruaceiros, desocupados. Os verdadeiros estão treinando em Fazendas no Mato Grosso, Rondônia, Amazônia Brasileira e Venezuelana. Terá que lutar contra os bandidos, pois, o crime é um elemento revolucionário, idiotas uteis. Vai ter muito trabalho para o EB e as demais forças. O futuro do brasil esta se desenhando trágico e sanguinário, cada minuto que as Forças Armadas adiam, mais sangue será derramado. As FFAA estão com planejamento sobre a situação, já estão treinando e dispondo suas forças auxiliares treinamentos de guerrilha e contra-guerrilha. Garoto, você não sabe de nada. Você é culpado pelo monte de sangue que irá surgir no Brasil, tudo por conta desta sua ignorância em não aceitar que as FFAA intervenham. Isso irá acontecer,é questão de tempo! e não depende do Moro, da PF nem de vc e seu movimento de nada, é o que vai acontecer, mais cedo ou mais tarde, quanto mais tarde, pior será. Figueiredo alertou em 1987 que iria haver uma Guerra fatrícida no Brasil. Estamos próximos!

    Curtir

  35. Acho equivocado, o pessoal pró-intervenção racionar do seguinte modo: “Ahn mas em 64 funcionou”! Errado porque não levam em consideração que estamos em 2015, a Esquerda mudou está muito mais disseminada e influente, inclusive na ONU e a Telefonia Celular torna IMPOSSÍVEL uma ação de surpresa!
    Aliás, foi EXATAMENTE uma tentativa FRACASSADA de um golpe na Venezuela, que os levou a situação atual, dando ao Chavez o motivo que ele precisava para “Bolivarianizar” as FFAA de lá.

    Ou, então, olhemos por outro ângulo? PORQUÊ O PT AINDA NÃO DEU O GOLPE?? Pelos mesmos motivos, ora! Não é mais tão simples assim dar um Golpe e as regras valem tanto para a DIREITA, quanto para a ESQUERDA, simples assim! Infelizmente, os Pró-Intervenção não conseguem enxergar algo tão simples assim…

    E o pessoal do MBL foi muito MACHO e, sobretudo, MATREIRO! Aguentaram firme e não bateram de volta que era o que o MTST queria! A tática deles é a mesma do Hamas, que põe crianças de atiradeira para confrontar os soldados de Israel e, quando uma, morre tem lá um canalha para filmar outro igualmente FDP saindo “desperado” com a criança morta nos braços! Certeza que o verme vai atirar o corpo da criança no primeiro monte de entulho, tão logo saia das vistas das câmeras. O MTST, queria isso e tentou isso e a turma do MBL, aguentou tudo e, não permitiu a essa corja capitalizar em cima!

    Ás vezes, tem que ser muito mais MACHO PARA APANHAR CALADO DO QUE PARA REVIDAR!

    Curtir

  36. O MBL está acampando em frente ao Congresso Nacional enfrentando PT e suas linhas auxiliares. É uma luta difícil, mas estamos contando com a solidariedade do povo brasileiro nessa guerra pela liberdade. Abaixo, uma lista atualizada do que precisamos no acampamento, junto com uma conta para doação de dinheiro. Agradecemos a força!

    Água, gelo, papel higiênico, pano de prato, pano de chão, detergente, pó de café, açúcar, protetor solar, Lysoforme em spray (para ser usado nos banheiros químicos), etc.

    Podem enviar para CRS 508 BLOCO C LOJA 17 ASA SUL

    https://pt-br.facebook.com/mblivre

    VAMOS ENTRAR NO FACE DE TODAS AS CELEBRIDADES QUE APOIARAM A CANDIDATURA DE AÉCIO NEVES E PEDIR DOAÇÕES PARA O MBL.

    ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO, NEYMAR, RONALDO, CHITÃOZINHO E XORORÓ, OSCAR SCHMIDT, AJUDEM A SALVAR NOSSA DEMOCRACIA.

    SE TODO MUNDO QUE ASSINOU A PETIÇÃO A FAVOR DO IMPEACHMENT NA INTERNET DOASSE R$ 10 REAIS AO MBL (O PREÇO DE UM SANDUÍCHE, GENTE), ELES TERIAM DINHEIRO PARA LEVAR MILHARES DE PESSOAS DE ÔNIBUS A BRASÍLIA E PARA SUSTENTAR O ACAMPAMENTO POR MUITO TEMPO!

    Curtir

  37. A coisa está muito difícil. Segundo a Joyce da TVeja, Dilma confidenciou a uma ministro que vê Lula como uma cobra traidora e Michele Temer como muito perigoso. Ela não está nem um pouco confortável.

    Curtir

  38. “O duro é demonstrar que a intervenção militar é factível.”
    É, factível deve ser uma meia dúzia de maconheiros efeminados derrubando o PT!

    Curtir

  39. Luciano,

    Como andam os trâmites para uma intervenção do MBL? Se é tão factível, por que a ideia “não pegou”?
    Ou você acha que aquela meia dúzia de barracas no gramado do Congresso assustam o PT e o Foro de São Paulo?
    Você diz que a idéia (da intervenção militar) “não pegou” pelo simples fato de que vc tem ojeriza pessoal pela idéia. Mas ela pegou para muita gente. Se fizessem uma pesquisa honesta veriam que são milhões os que compreendem que essa é a melhor solução, para não dizer a única.

    Abs,

    Carlos

    Curtir

    • Carlos,

      Não tem como “pegar” uma intervenção militar, principalmente porque não tem como acontecer. O modelo de autoritarismo hoje é outro. Seria a pior coisa que poderia ocorrer no Brasil que um grupo de direita chegasse ao poder via intervenção militar. Para piorar, não foi preciso intervenção militar na Argentina para que Cristina perdesse. Nas pesquisas, o brasileiro prefere a democracia.

      Abs,

      LH

      Curtir

  40. Acho que a nossa constituição, tal qual como concebida, oferece espaços para que escrotos como o Eduardo Cunha possa usar a prerrogativa do seu cargo para negociar com o governo – que tem o controle da maioria dos ministros do STF – a sua não cassação, em troca de indeferir o principal pedido de impeachment, que é o do Hélio Bicudo e da Janaína Paschoal.Todo mundo sabe que essa manobra está sendo negociada por ambos, por baixo dos panos, é só constatar a mudança de postura na qual o PT passou a tratar o pmdbista, antes defendendo veementemente a sua saída da presidência daquela casa e agora defendendo sua permanência. E se o presidente da câmara negocia diretamente com o PT, é porque o partido-governo tem poder de interferir no processo que pode cassar Cunha.Isso é um fato. Outro fatos são a tentativa do governo, via STF aparelhado, de enfraquecer a lava-jato, usar o MST para atacar os movimentos anti-Dilma, usar meio ilegais para aplicar multa em quem protesta contra , o presidente do congresso defender escancaradamente a pauta do governo, inclusive a sua continuidade, etc e etc. O que os intervencionistas estão pedindo é por desespero, é por enxergarem que o problema não é Dilma; o problema é a república tal como se encontra; o problema é um partido que comprou o parlamento quase inteiro, os grandes empresários, a mídia( por que será que uma estatal que detém o monopólio da extração de petróleo faz tanta propaganda na TV sem ter concorrência que as justifique?), os institutos de pesquisa, muito provavelmente fraudaram as urnas, perdoa dívidas de ditaduras, se associa a outras e se calam diante de seus crimes; quebrou o país para se manter no poder, deu dinheiro “público” para manter regimes autoritários parceiros e tudo isso com medidas ilegais, passando por cima de prerrogativas do congresso, que por sua vez fez vistas grossas porque foi muito bem pago para isso. A república está refém de um escroto, um canalha, o país está quebrado por falta de credibilidade desse governo e até agora não há sinal de que possa melhorar, nem muito menos de que esse governo vá cair. É inútil pedir impeachment a um escroto que negocia com o governo, que não tem compromisso com a nação.

    Curtir

  41. ESTAMOS PERDENDO TEMPO , EM 2013 OS PROTESTOS FORAM RÁPIDOS E OBJETIVOS OU SEJA TODOS OS DIAS….TEMOS QUE FAZER IGUAL A ALEMANHA FICAR SENTADO EM NO MURO ATÉ ELE CAIR (30 DIAS), OU ENTÃO NO PROTESTO S FAVOR DA SRa ROSA PARKS, OS CIDADÃOS FICARAM 360 DIAS SEM USAREM ONIBUS POR CAUSA DE UM MOTORISTA RACISTA….ESTÁ FALTANDO UM PROTESTO DE VERDADE !!

    ESSAS MANIFESTAÇÕES VÃO ACABAR EM PIZZA E DEPOIS VAMOS RECLAMAR DAS PIZZAS DO POLÍTICOS.

    ENQUANTO ISSO A DILMA E LULA RI E ZOMBA DO POVO, NEM VOU COMENTAR DA GREVE DOS CAMINHONEIROS, EU ATÉ CHEGUEI A ACREDITAR….LAMENTO PELO NOSSO FUTURO.

    Curtir

  42. Como “não pegou”? Tem milhões de pessoas defendendo isso. E se fizerem uma pesquisa séria, vão ver que é o que a maioria quer. Porque, afinal, do que adianta trocar Dilma por Temer? Isso só prepara a volta do Lula em 2018.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: