Sarney deveria estar “perplexo, indignado e revoltado” com o PT

2
3

José Sarney está chorando aos quatro cantos depois da decisão de Janot em prendê-lo, na companhia de Renan e Jucá. Conforme o Congresso em Foco, Sarney está se declarando “perplexo, indignado e revoltado”.

Leia mais:

Pronto há uma semana, o requerimento de Janot acusa Sarney e os senadores peemedebistas Romero Jucá (RR) e Renan Calheiros (AL), presidente do Senado, além do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de agirem para atrapalhar, cada um à sua maneira, as investigações sobre o esquema de corrupção descoberto pela Polícia Federal na Petrobras. No caso do deputado, há a peculiaridade de que, segundo Janot, ele usou o cargo e o poder de que dispõe na Câmara para barrar o processo de cassação que enfrenta no Conselho de Ética.

Sarney lançou uma nota repleta de lamúrias:

“Estou perplexo, indignado e revoltado.

Dediquei sessenta anos da minha vida pública ao país e à defesa do Estado de Direito. Julguei que tivesse o respeito de autoridades do porte do Procurador Geral da República. Jamais agi para obstruir a Justiça. Sempre a prestigiei e fortaleci. Prestei serviços ao país, o maior deles, conduzir a transição para a democracia e a elaboração da Constituição da República.

Filho de magistrado e de membro do Ministério Público, mesmo antes da nova Constituição promovi e sancionei leis que o beneficiam, inclusiva a criação da Ação Civil Pública e as mudanças que o fortalecem, sob a liderança do Ministro Sepúlveda Pertence, meu Procurador-Geral e patrono do Ministério Público.

O Brasil conhece a minha trajetória, o meu cuidado no trato da coisa pública, a minha verdadeira devoção à Justiça, sob a égide do Supremo Tribunal Federal.”

Sarney deveria estar revoltado é com o PT, que o fez de bobo mais uma vez. É uma especialidade do partido bolivariano zoar com seus aliados fisiológicos. Ele não pode dizer que não avisamos, não é mesmo?

No fundo, o pedido de prisão está certinho. Todavia, Sarney e seus dois amigos estão sendo utilizados como boi de piranha em jogos do PGR Janot, que se recusa a requerer a prisão de Lula, Dilma, Mercadante, Viana e Gleisi.

Curta a humilhação, Sarney. Você fez por merecer. Os petistas estão morrendo de rir na sua cara. E eu não estou com dó. Quem sabe a humilhação não sirva para que você ajude o Brasil e delate ainda mais os petistas. E é bom correr, Sarney, pois depois das delações de Odebrecht, pode ser que não exista nada mais para ser delatado.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Anúncios

2 COMMENTS

  1. BOMBA, BOMBA, BRASILIA ACORDOU HOJE EM EBULIÇÃO!
    Brasília amanheceu numa tremenda ebulição. O procurador Gral da República Rodrigo Janor pediu a prisão de Ricardo Jucá, Renan Calheiro, José Sarney e Eduardo Cunha, sendo a de José Sarney, seria domiciliar com tornozeleira eletrônica. Janot, também pediu o afastamento imediato de Renan Calheiro da presidência do Senado, a decisão vai ter de ser do ministro Teori Zavascki no STF.
    A pressão em cima do ministro Teori Zavascki tem sido muito grande e ele está debruçado há mais de uma semana sobre os pedidos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot para prender o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), do ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP), e do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e ex-ministro do Planejamento do governo do presidente interino Michel Temer. A informação foi divulgada nesta terça-feira (7), pelo jornal O GLOBO e atribuída a um interlocutor dos ministros do STF. Também foi incluída a prisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
    Agora o que é muito estranho é este ataque todo ser em cima de parlamentares só do PMDB. Por que hem? Já que o Renan Calheiro é o presidente do Senado, onde será decidido o impeachment definitivo da presidente Dilma. Outra coisa muito estranha também, com todas as provas já colida e comprovada do ex-presidente Lula, o procurador geral da República não tomou uma atitude tão contundente como esta.
    Por isso, repito é muito estranha à atitude do procurador geral da República Rodrigo Janot, a não ser que ele esteja usando dois pesos e duas medidas nas suas decisões? Uma das desculpas é que Sarney, Renan e Jucá foram flagrados em conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, o interessante é que Lula também foi e ele continua solto falando as suas baboseiras pelas redes sociais e inclusive humilhou o próprio STF. E aí como fica procurador Janot?

Deixe uma resposta