Rejeitar o bolivarianismo não é partidarismo

___________________________dilma-rousseff-nicolas-maduro-golpe-impeachment-afastamento

A  petralhada acha que engana o papai aqui com seus joguinhos psicológicos sujos?

Agora virou mania para essa gente aparecer na frente de um republicano – que, como tal, rejeita o bolivarianismo – e que ao mesmo tempo seja apartidário e dizer: “Ei, se você é apartidário, por que fica contra o PT?”

Para compreender como a questão é desonesta – além de demonstrar limitação mental, na melhor das hipóteses – basta observarmos um exemplo claro da vida.

Eu não sei o que eu vou comer no almoço amanhã. Não sei se é um bife à parmegiana, ou um strogonoff de camarão, ou talvez algo mais leve, sei lá, um salmão na chapa. Assim, eu não tenho um prato preferido. Tudo depende do dia.

Mas de uma coisa eu tenho certeza: não vou comer jiló. De jeito nenhum. E o fato de eu rejeitar comer jiló não me faz ter um prato preferido.

O mesmo vale para partidos bolivarianos.

Eu não sei em quem vou votar em 2016 e 2018. Não sei se é um candidato do PMDB, ou do PSDB, ou do DEM, ou do PP, ou até mesmo um do PSL. E quem sabe alguém do Partido Novo? Simplesmente eu não sei. E olhe que existem outras opções.

Mas eu sei em quem não vou votar. No PT, no PCdoB, no PSOL, na Rede de Mentiras e no PDT. Não votarei em nenhum partido que tem como projeto saquear nações para levá-las ao totalitarismo, à escravidão e ao racionamento de alimentos. Não respeito nenhum político que tenha como meta nos levar ao horror socialista. Não tenho a menor consideração por aquele que tem como objetivo nos fazer viver como venezuelanos.

E posso continuar apoiando ideias libertárias, liberais e até algumas relacionadas ao social liberalismo, ao conservadorismo e, as vezes, até alguma coisa da social democracia. Tenho várias opções em quem votar. Mas sei igualmente em quem não vou votar de forma alguma. Por mais que eu divirja politicamente de muitos partidos e de muitas pessoas, sei diferenciar um divergente político de pessoas inimigas da democracia e da civilização.

Voltemos à questão cínica dos petistas: “Ah, mas você não é apartidário? Então por que critica tanto o PT?”. A resposta é simples: “O PT não é um partido. É um disfarce para totalitários que criaram o maior escândalo de corrupção do mundo, a fim de nos transformar em escravos”.

Rejeitar o PT e seus aliados não é rejeitar os partidos e nem tomar partido de imediato (e se alguém tomar partido, isso não é um problema). É saber manter distância segura daqueles que ofendem a democracia e não respeitam nem mesmo a política partidária.

Logo, é perfeitamente possível rejeitar o PT e seus aliados e ao mesmo tempo ser apartidário.

Aos petistas: vão catar coquinho na descida.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.



Categorias:Uncategorized

3 respostas

  1. Eu responderia essa pergunta com outra: Se sou apartidário por que deveria apoiar a roubalheira do PT?

    Curtir

  2. Sou apartidário….mas não sou cego, nem surdo e nem idiota!!

    Curtir

  3. Simples! PT nao eh “partido”, PT eh uma ORGANIZACAO CRIMINOSA TOTALITARIA PSICOPATA PERIGOSA! Quem afirma que pt eh “partido” esta querendo MASCARAR a realidade e enganar incautos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: