Em dezembro de 2015, petista falava sobre negociação com Cunha para barrar impeachment

josegeraldo

Como vimos agora há pouco, Cunha declarou a Istoé o óbvio: o PT tentou sabotar o impeachment negociando votos no Conselho de Ética. Jacques Wagner teria sido o intermediário da negociação, em alinhamento com Dilma. Evidentemente os petistas vão negar tudo, mas é bom relembrarmos uma matéria do Estadão de 1 de dezembro de 2015, na qual o petista José Geraldo falava sobre as intenções petistas em relação a Cunha:

Os três deputados do PT que integram o Conselho de Ética da Câmara vão se reunir ao meio-dia desta terça-feira, 1, para avaliar se mantêm ou não o voto pela admissibilidade da representação contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por quebra de decoro parlamentar. Até a semana passada, o consenso entre os parlamentares era votar contra o peemedebista, mas os últimos acontecimentos políticos levaram os três petistas a repensarem o posicionamento. A votação do parecer está prevista para 14h30.

“O Cunha tem nas mãos algumas bombas, entre elas o impeachment (da presidente Dilma Rousseff). Nós, por outro lado, temos 20 dias para votar matérias importantes para o governo. Dependendo do que acontecer no Conselho de Ética, pode haver reação”, explicou o deputado Zé Geraldo (PT-PA). […]

Zé Geraldo negou que o governo tenha feito nova investida contra ele para evitar uma votação contra Cunha. “Passei o fim de semana no interior do Pará e estou chegando hoje a Brasília para refletir sobre meu voto. Se vamos mudar ainda vamos decidir amanhã (terça)”, disse o deputado, lembrando que, até a semana passada, a decisão era votar com o relator, Fausto Pinato (PRB-SP), pela admissibilidade. O petista destacou que o posicionamento da bancada continuará a ser unitário no Conselho de Ética.

Apesar de dizer que seu voto ainda não está definido, Zé Geraldo admite claramente estar disposto a sacrificar seu discurso para tentar salvar a presidente Dilma Rousseff de um processo de impeachment e o governo de uma retaliação a partir da reprovação de projetos importantes. “A minha avaliação é que, se ele (Cunha) for emparedado, solta o impeachment e aí é o pior dos mundos”, afirmou o deputado.

Para o deputado, a sessão desta tarde “é política pura” e, mesmo que os petistas saiam da reunião de logo mais com uma definição, a postura deles pode mudar durante a votação. […]

Questionado sobre como explicar para seu eleitorado a mudança de discurso, Zé Geraldo respondeu assim: “Em nome do Brasil, vou me sentir até poderoso se isso resolver a situação do Brasil. Vou me sentir muito útil, muito embora tenha muita incompreensão. Mas meu voto não está definido”, afirmou.

Pode espernear, Jacques Wagner, mas as palavras de Zé Geraldo estão registradas. São evidências de que o PT negociava para tentar barrar o impeachment.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

 



Categorias:Uncategorized

2 respostas

  1. O que há de comum entre o senador Cassio Cunha Lima, líder do PSDB, que censurou a operação db busca e apreensão no apartamento do casal Paulo Bernardo e Gleisi, e o colunista Reinaldo Azevedo, ex-trotskista, que disse que a prisão preventiva de Paulo Bernardo foi “um exagero”? Bem, eles têm tudo a ver um com o outro, já que ambos militam, cada um no seu campo, em prol do socialismo fabiano do PSDB, que abriu o caminho para que o país esteja hoje na situação em que está, nas mãos do cleptostalinismo petista.

    Curtir

Trackbacks

  1. Em dezembro de 2015, petista falava sobre negociação com Cunha para barrar impeachment | luca1105

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: