Por votar contra Dilma e o PT, Tia Eron tem sido vítima de racismo e ameaças de estupro

7
3

Conforme aponta o Reaçonaria, a deputada Tia Eron, do PRB da Bahia, está sofrendo assédio e bullying de pessoas ligadas à extrema-esquerda. Na verdade, isso sempre acontece com ela:

A deputada Tia Eron, do PRB da Bahia, ganhou notoriedade quando votou pelo impeachment de Dilma. O PT contava com o voto dela pela permanência da então presidente. Justamente por isso, a deputada passou a ser vítima de assédio da imprensa e das forças do PT, com inúmeros ataques. Após ganhar popularidade pelo voto anti-Dilma, a imprensa e grupos de esquerda quiseram pressioná-la pois acreditavam que era voto certo em favor de Eduardo Cunha. Tentaram usar isto para diminuí-la. Novamente Tia Eron soube reagir e votou pelo afastamento do então presidente da Câmara. Mas já era tarde demais, o estrago e os ataques já estavam feitos.

Na época, nenhum movimento de extrema-esquerda saiu em seu apoio. Não importa se fossem movimentos feministas ou aqueles que aleguem combater o racismo. Nenhum dos movimentos aliados ao PT derramou uma lágrima por Tia Eron. Ao contrário, uma conhecida página feminista fez ataques duríssimos à deputada. Em vários casos, ela chegou a sofrer ataques racista e até foi ameaçada de estupro. Mesmo assim, permaneceu de espinha ereta e não se intimidou.

A história de Tia Eron é inspiradora para mostrar que todos aqueles que se opõem ao totalitarismo do PT devem nutrir uma espécie de união. Juntos (mesmo que possam divergir em várias questões, inclusive políticas), os brasileiros civilizados podem se proteger melhor de um partido dependente do horror e da violência para se sustentar no poder.

 

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Todo o discurso “enlatado” de movimentos de esquerda tais como: Feminazis, Movimento Negro e/ou Direitos Humanos realmente nenhum postou uma sequer linha em solidariedade a ela.

    Mas sabem o que é pior? O latente (mal) caráter dessa gente, o mesmo “modus operandi” e ainda tem povão que não enxerga isso e continua a segui-los.

  2. Negros e gays só servem aos esquerdopatas se decidirem se vitimizar e usar suas condicoes fisicas para capitalizar em favor da esquerda. Quando sao anti esquerda se transformam em demonios para eles

    • Já li há muito tempo sobre isso. Negros, gays e outras minorias, serão usadas para criar desestabilização até segunda ordem, mas não passam de massa manobra. Serão descartados assim que possível. Eles que abram o olho.

      • Exatamente. Quem mais se ferra no sistema socialista são os comunistas de carteirinha que não conseguem espaço para lamber os ovos do ditador. Como possíveis candidatos ao poder serão alvo primário mais até do que opositores. É fato histórico. Alguns destes inclusive tendem a se decepcionar com a tirania do sistema comunista e jogarem junto com os opositores. David Horowitz era de esquerda e as maiores vozes contra o feminismo atual eram militantes feministas.

        Se a pessoa não sabe quem faz parte do núcleo duro da ditadura que está prestes a se instalar é porque ele não faz parte desse núcleo. Apoiar isso…?

      • Exatamente Jacqueline.
        Quem disse originalmente que estes movimentos seriam usados foi o Herbert Marcuse, da escola de frankfurt.
        Ele disse algo semelhante a isso.
        A Escória da sociedade(sim ele disse escória) deve ser usada para destruir a sociedade burguesa.
        Prostitutas, delinquentes, GAYS, os necessitados ente outros(aí se inclui feministas e movimentos raciais e sociais) serão instrumentos da cisão da sociedade.
        Depois disso, quando a sociedade burguesa ocidental for destruída não haverá mais necessidade destes movimentos existirem. Então estes serão tratados como Marcuse os chamou, de escória.
        Já temos o exemplo de Che Guevara que matava gays e prostituas nas ruas no que ele chamava de caçadas.

  3. “Uma vez instalada a malditadura sinistróica, passa-se a uma nova fase, onde os chimpatizantes e alienados, os aliados do alien, como extudantes, pobressores, artivistas, jogralistas, minorias e piorias, entre outros sinistrofílicos, são brindados com códigos blindados coloridos e fofinhos, além das inovações e imolações da revolução ascomunista, planejadas nos fotéis, propagadas por baixaréis – da pátria esbulhadora – e filmanciadas em 171 contos de réis. No fim,esses maliados ou fantoches do deboche, que percebiam mesada para a empada, sofrem pesada perseguição humilial, polissial, judissial, tortural e umbral, ou seja, tudo para passar mal, embora alguns achem isso normal. Finamente, grassam e desgraçam pelos escombros do que foi outrora um país, a myséria democrática e popular, a patrulha peterodáctila, o cromossídio da língua portugueixa, a recrucifixação garantista e a entropia da utopia, sem a mínima rima !”

Deixe uma resposta